domingo, abril 29


Estou em uma fase nova da minha vida. Um novo ciclo. Estou mais madura. Mais humana. Mais mulher. Sei muito mais o que eu quero e principalmente, o que eu não quero em minha vida. Sei identificar as amizades que quero levar pra vida toda das que são só de alguns momentos. Sei quando uma pessoa vai marcar a minha vida e não apenas passar por ela. Estou mais confiante. Mais corajosa. Embora as decepções sejam várias. Devemos esperar e não agir por impulso!


Caio .F

sexta-feira, abril 13


Poderíamos casar. Teríamos um apartamento, tomaríamos café as cinco da tarde, discordaríamos quanto a cor das cortinas, não arrumaríamos a cama diariamente, a geladeira seria repleta de congelados e coca-cola. O armário de porcarias. Adiaríamos o despertador umas trinta vezes, sentaríamos na sala de pijama e pantufas, sairíamos pra jantar em dia de chuva e chegaríamos encharcados, nos beijaríamos no meio de alguma frase, você pegaria no sono com a mão no meu cabelo e eu, escutando sua respiração. Eu riria sem motivo e você perguntaria porque, eu não responderia, saberíamos.
Caio F.

Se apaixonou agora segura.
 Anda. Seja forte. Seja feliz! Seja uma mulher..
Caio F.
Não sou para todos. Gosto muito do meu mundinho...
Ele é cheio de surpresas, palavras soltas e cores misturadas. Às vezes tem um céu azul, outras tempestade. Lá dentro cabem sonhos de todos os tamanhos. Mas não cabe muita gente. Todas as pessoas que estão dentro dele não estão por acaso. São necessárias.

Caio F.
Amar é uma confissão. Amar é justamente quando um sussurro funciona melhor que um grito. Amar é não ter vergonha de nossas dúvidas, é falar uma bobagem e ainda se sentir importante. É lavar louça e nunca estar sozinho. É arrumar a cama e nunca estar sozinho. É aquela vontade danada de andar de mãos dadas durante o dia e de pés dados durante a noite.
[Fabrício Carpinejar]

quinta-feira, abril 5

Algumas coisas são explicadas pela ciência, outras pela fé. A Páscoa ou Pessach é mais do que uma data, é  mais do que ciência, é mais que fé. Páscoa é amor. 
Albert Einstein

quarta-feira, abril 4

"Eu preciso aprender a ser menos. Menos dramática. Menos intensa. Menos exagerada. Alguém já desejou isso na vida: ser menos? Pois é. Estranho. Mas eu preciso. Nesse minuto, nesse segundo, por favor, me bloqueie o coração, me cale o pensamento, me dê uma droga forte para tranqüilizar a alma. Porque eu preciso. E preciso muito. Eu preciso diminuir o ritmo, abaixar o volume, andar na velocidade permitida, não atropelar quem chega, não tropeçar em mim mesma. Eu preciso respirar. Me aperte o pause, me deixe em stand by, eu não dou conta do meu coração que quer muito. Eu preciso desatar o nó. Eu preciso sentir menos, sonhar menos, amar menos, sofrer menos ainda. Aonde está a placa de PARE bem no meio da minha frase? Confesso: eu não consigo. Nada em mim pára, nada em mim é morno, nada é pouco, não existe sinal vermelho no meu caminho que se abre e me chama. E eu vou... Com o coração na mochila, o lápis borrado, o sorriso e a dúvida, a coragem e o medo, mas vou... Não digo: "estou indo", não digo: "daqui a pouco", nada tem hora a não ser agora. Existe aí algum remedinho para não-sentir? Existe alguma terapia, acupuntura, pedras, cores e aromas para me calar a alma e deixar mudo o pensamento? Quer saber? Existe. Existe e eu preciso. Preciso e não quero." 

(Fernanda Mello em: Princesa de Rua) 
‎"Sinta-se agradecido. Verdadeiramente agradecido. Por tudo o que você tem hoje. Por tudo o que você é. Seja honesto com seus sentimentos. Não se supervalorize. Nem tampouco se subestime. Seja forte. E bote pra quebrar."

(Fernanda Mello)

terça-feira, abril 3

Porque eu sou fiel aos meus sentimentos.Vou estar com você quando eu realmente quiser estar. Vou te ligar quando eu quiser falar com você.Porque eu não passo vontade.E nem vou passar vontade de você. Não vou fazer joguinho. Eu me entrego mesmo! Assim, na lata! 
Caio F.
"Jogar fora ressentimentos e outros lixos que se acumularam nos cantos do corpo e da mente; desintoxicando o próprio futuro. Vestir coragem e despir-se do medo. Apaixonar-se muitas vezes, por muitas coisas na vida. Filtrar a Alma no rio do tempo..."

(Guilherme Antunes)


"Eu vou tirar você de mim
Assim que descobrir
com quantos "nãos" se faz um sim..."

(Zélia Duncan)
"Sinto falta de ver gente rindo, sendo feliz pelo que faz e fazendo o que gosta. Sabe, fico lembrando o tempo que pessoas fugiam com o circo e não importava se aquele seria um lugar para ter uma boa remuneração, o encanto da vida era estar, fazer parte. Sinto falta de gente fugindo pra onde deveria estar, e não onde querem que esteja. Sinto falta de gente família. Falta de criança sendo criança. De adulto que não mata sua criança interior. Sinto falta dos tempos... Sinto falta, há muito tempo sinto falta."

(Renata Alves)

segunda-feira, abril 2

"Gaste seu amor. Usufrua-o até o fim. Enfrente os bons e os maus momentos, passe por tudo que tiver que passar, não se economize. Sinta todos os sabores que o amor tem, desde o adocicado do início até o amargo do fim, mas não saia da história na metade. Amores precisam dar a volta ao redor de si mesmo, fechando o próprio ciclo. Isso é que libera a gente para ser feliz de novo."Martha Medeiros

Onde, afinal, é o melhor lugar do mundo? Meu palpite: dentro de um abraço.
Caio F.
Se me perguntarem qual o sentimento que considero mais bonito ou mais importante, vou abrir um sorriso e dizer: O correspondido.
Martha Medeiros
Mas tô ótimo, voltei até a usar reticências e pontos de exclamação...
Caio F.
“Que abril me traga todos os sorrisos que março me roubou. Que venha com bons ventos que me traga sorte e amor, que não me deixe sofrer por favor. Que esse mês tudo dê certo.”
(Caio Fernando Abreu)